Antes do Flamengo Zico brilhou com a camisa 10 do Santos FC

Antes de tornar-se ídolo com a camisa 10 do Flamengo, Zico balançou muito as redes com a camisa 10 do Santos Futebol Clube.

Ainda criança, Zico, o Galinho de Quintino, jogava um torneio de futsal no clube River, no bairro da Piedade, e defendia as cores do glorioso Alvinegro Praiano. Com o número do Rei Pelé nas costas, chamou a atenção do jornalista Celso Garcia, responsável por sua ida para o Rubro-Negro.

“Eu era vizinho dele em Quintino e sabia que jogava todo domingo no River. Já conhecia o Zico e a família. Um dia, fui vê-lo no clube. Era um campeonato interno, e os meninos eram divididos em times do Brasil. O Zico era o camisa 10 do Santos. No jogo que eu vi, marcou 12 gols – lembrou Celso Garcia.”

Zico - DNA Santástico - Santos Futebol Clube-min

Celso conta que saiu do River direto para casa de Zico e pediu autorização ao Sr. José Antunes Coimbra, pai do Galinho, para levá-lo ao Flamengo. O jornalista ficou muito amigo da família, manteve amizade com Zico e inclusive foi seu padrinho de casamento com Sandra.

Essa história do Zico usando a camisa 10 do Santos Futebol Clube pode ser conferida no DVD Zico, o filme da vida do ídolo. Abaixo segue a capa do DVD e um trecho do filme contendo a história supracitada:

Zico - DVD - Blog DNA Santastico

Capa do DVD

Veja no vídeo o “Zico” com a camisa 10 do Santos FC (à partir de 1:45):

Zico no Santos…

Segundo o amigo jornalista e escritor Odir Cunha, em 1974 quando Pelé parou e Carlos Alberto Torres queria muito sair do Santos e voltar para o Rio de Janeiro, o presidente do Flamengo chegou a propor ao Santos uma troca de Carlos Alberto, um ídolo no Rio, por um garoto promissor da Gávea. O presidente do Alvinegro Praiano, Modesto Roma, nem quis ouvir o resto da história.

Trocar o capitão do Tri por um garoto franzino apenas “promissor”? Ora, que o cartola rubro-negro fosse cantar em outra freguesia. Pois assim, sem mais, o Santos deixou de ter o melhor herdeiro para a camisa 10 de Pelé e prosseguir, por mais uma década, com o rosário de vitórias e títulos que desfiava desde 1955.

“Tudo bem. Depois vieram Diego, Robinho, Neymar… e a vida seguiu, sorrindo novamente para os lados da Vila Belmiro. Mas que Zico ficaria muito bem com a 10 da Vila, ah, como ficaria… E ele se sentiria honrado se isso acontecesse, como me confidenciou em uma tarde de treino da Seleção lá na Toca da Raposa. – contou Odir Cunha.”

#ÍDOLO

Apesar de Zico de fato nunca ter jogado no Santos Futebol Clube, ele foi um grande ídolo durante minha infância, não me importava se ele estava vestindo a camisa do Flamengo ou da Seleção Brasileira, ao assistir os jogos eu ficava encantado com o talento e a genialidade do Galinho de Quintino, um verdadeiro representante do futebol arte que outrora o Santos Futebol Clube tanto havia praticado com Pelé & cia.

Ídolo Zico e Edmar Junior

Foto:  Zico e Edmar Junior

Em 2013 o Flamengo inaugurou uma estátua do ex-camisa 10 na sede do clube. Cantando o hino rubro-negro, o Galinho, acompanhado da família, tirou a bandeira que cobria o monumento junto com o presidente Eduardo Bandeira de Mello, levando a torcida presente na Gávea à loucura.

Zico - Estatua - Blog DNA Santastico

Crédito fotos: André Durão e Richard Souza

“É uma alegria, dia inesquecível na minha vida. Tudo isso que aconteceu hoje, poder ter a oportunidade de estar junto com minha família, é uma dádiva de Deus. Quero agradecer ao Flamengo e aos torcedores por tudo que recebo hoje – disse Zico, na entrevista coletiva concedida após a inauguração.”


E aí, gostou?
Deixe seu comentário lá no final deste post!

Assinatura-Post-Edmar-Junior-DNA-Santastico-Santos-Futebol-Clube


SANTISTA, siga o DNA Santástico no Instagram:


Compartilhe este post:


error: Conteúdo Protegido!