Edu – O Novo Rei

O Novo Rei, esse era o apelido de Edu para alguns cronistas e torcedores.

E não era sem motivo, afinal o ponta-esquerda foi um verdadeiro craque de futebol.

Edu - 1966 - DNA Santástico - Santos FC

Edu, o ponta inesquecível da história do Santos, em 1966 – Foto: Walter Peres

Criando espaços com sua habilidade e inteligência, fez história nos dez anos em que vestiu a camisa do Santos, entre 1966 e 1976.

Também sabia jogar entre os zagueiros e fez jogadas inesquecíveis ao lado do Rei Pelé.

Chegou ao Santos pelas categorias de base por indicação de Pelé, pois as duas famílias tinham amizade no interior paulista.

No início de 1966, foi efetivado pelo técnico Lula no elenco principal e, a partir desse momento, sua carreira deslanchou.

Edu - DNA Santástico - Santos FC - 03

Aos poucos foi ganhando espaço naquele time de lendas do futebol, por vezes atuando como atacante mais centralizado ou mesmo na ponta.

Edu - DNA Santástico - Santos FC - 01

Foto: Reprodução/Revista do Santos – Em pé: Cejas, Orlando Lelé, Ramos Delgado, Oberdan, Clodoaldo e Rildo. Agachados: Davi, Lima, Mazinho, Pelé e Edu.

SELEÇÃO BRASILEIRA

Ganhou sequência como titular e foi convocado para a Copa do Mundo de 1966, com apenas dezesseis anos.

Edu - Seleção Brasileira - DNA Santástico - Santos FC - 02

Participou também das Copas de 1970 e 1974.

Edu - Seleção Brasileira - DNA Santástico - Santos FC


Edu - Seleção Brasileira - DNA Santástico - Santos FC - 01


Pelo Santos, foram cento e oitenta e quatro gols em quinhentos e oitenta e quatro jogos, além de quatro títulos paulistas, um Rio-São Paulo, um Brasileiro, uma Recopa Sul-Americana e uma Recopa Mundial.

Edmar Junior e Edu - DNA Santástico - Santos FC - 02

Edu tinha problemas físicos que acabaram atrapalhando uma carreira mais longeva tanto no Santos quanto na Seleção.

Em 1977, foi para o Corinthians e na sequência atuou por Internacional-RS, Tampa Bay Rowdies-EUA, Monterrey-MEX, Nacional-AM, São Cristóvão-RJ e Dom Bosco-MT, onde encerrou a carreira.



Edu no Almanaque dos Craques

Abaixo a transcrição do seu perfil no Almanaque dos Craques do Santos FC por ASSOPHIS, livro pioneiro no Brasil que conta a história e traz números de todos os jogadores que atuaram pelo Santos FC ao longo de quase 110 anos.

Edu - 1971 - DNA Santástico - Santos FC

EDU (1966-1976)

Jonas Eduardo Américo
06/08/1949, Jaú – SP
Posição: Ponta-esquerda

Jogos: 584 | Gols:184

Ranking da artilharia: 8°
Ranking de jogos: 6°
Clube anterior: Divisão de base
Seleção Brasileira: 1966-1974, 42 J | 6 G

Edu - DNA Santástico - Santos FC

Títulos:

– Campeonato Paulista 1967, 1968, 1969 e 1973
– Torneio Rio-São Paulo 1966
– Campeonato Brasileiro 1968
– Recopa Sul-Americana 1968
– Recopa Mundial 1968



Abaixo, a estreia de Milton Neves no “Canal 100” da extinta TV Manchete, em duas partes, com as participações de Blota Júnior, Roberto Dias e Edu (ex-Santos). o programa foi exibido em 8 de maio de 1994:




No dia 13 de outubro de 2019, Edu participou do “Domingo Esportivo Bandeirantes”. No bate-papo com o apresentador Milton Neves, o ex-ponta comentou sua frustração por não ter entrado em campo na Copa de 1966:



No dia 21 de novembro de 2021, Jonas Eduardo Américo, o Edu, participou do Domingo Esportivo da Rádio Bandeirantes e falou sobre o futebol do passado e o atual:



Edmar Junior e Edu - DNA Santástico - Santos FC

Foto: Edu e Edmar Junior (DNA Santástico)


E aí, gostou?
Deixe seu comentário lá no final deste post!

Assinatura-Post-Edmar-Junior-DNA-Santastico-Santos-Futebol-Clube


SANTISTA, siga o DNA Santástico no Instagram:


Compartilhe este post:


error: Conteúdo Protegido!