Zetti

Um dos maiores goleiros da história do futebol, Zetti conseguiu marcar época em três grandes clube do futebol paulista.

No Palmeiras de notáveis goleiros, onde é detentor da maior série invicta, com 1.238 minutos sem sofrer gols.

No São Paulo, onde viveu o ápice do clube, nos tempos em que o time era comandado por Telê Santana.

E no Santos FC, chegando aos 32 anos, ajudando e muito nas conquistas do Rio-SP 97 (pegando penalidades) e da Copa Conmebol 98 (uma das maiores exibições internacionais de um goleiro do Santos).

Zetti - DNA Santástico - Santos Futebol Clube - 01

O carinho e admiração que esse grande personagem guarda pela sua passagem no Santos é digno de aplausos, veja:



Abaixo a transcrição do seu perfil no Almanaque dos Craques do Santos FC por Assophis, livro pioneiro no Brasil que conta a história e traz números de todos os jogadores que atuaram pelo Santos FC ao longo dos seus quase 110 anos:

Zetti - DNA Santástico - Santos Futebol Clube

ZETTI (1997-1999)

ARMELINO DONIZETTI QUAGLIATO
10/01/1965, Porto Feliz – SP
Posição: Goleiro
Jogos: 188
Clube anterior: São Paulo – SP
Seleção Brasileira: 1993-1997, 16 J | 0 G
(campeão da Copa do Mundo de 1994)
Títulos: Torneio Rio-São Paulo 1997;
Copa Conmebol 1998



Zetti é um dos goleiros mais icônicos do futebol brasileiro. Após fazer história pelo São Paulo e integrar o elenco da Seleção Campeã do Mundo em 1994, Zetti encerrou seu contrato com o clube da capital e chegou ao Santos já com trinta e dois anos e com sua experiência foi extremamente importante nas três temporadas em que atuou.



Logo nos seus primeiros jogos pelo clube, em 1997, já ajudou na conquista do Torneio Rio-São Paulo, cuja final foi diante do Flamengo de Romário, em pleno Maracanã. O arqueiro era um dos líderes do elenco que fez boa campanha no Campeonato Brasileiro, chegando às fases finais.

1997 - Santos Campeão do Rio-São Paulo - Zetti

No ano seguinte, teve grande importância na campanha da Copa Conmebol. Sua atuação diante do Rosário Central na partida final da competição Sul-Americana é lembrada até hoje pelos torcedores santistas.

Copa Conmebol - 1998 - DNA Santástico - Santos Futebol Clube

No final de 1999, Zetti passou por uma cirurgia no joelho e foi dispensado pelo Santos, que negociava com Carlos Germano, que na época defendia o Vasco.

Zetti e Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Foto: Zetti e Edmar Junior (DNA Santástico)


Colaborou neste post Wesley Miranda / Assophis

E aí, gostou? Deixe seu comentário sobre este post no formulário abaixo!

Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Edmar Junior

SANTISTA, siga o DNA Santástico no Instagram:


Compartilhe este post:


error: Conteúdo Protegido!