2002 – De Menino da Fila a Menino da Vila

Neste post um resumo da minha trajetória como menino da fila até tornar-se um menino da vila com o Santos  Campeão Brasileiro de 2002!


AS PRIMEIRAS EXPERIÊNCIAS…

Sou santista por hereditariedade, foi do meu pai que herdei o DNA Santástico, vem daí minha santisticidade.

E ao relembrar minhas primeiras experiências como torcedor do glorioso Santos Futebol Clube fui remetido para 1983, naquele ano o Santos foi vice-campeão brasileiro, lembro de ter assistido o jogo final.

Já no ano seguinte, 1984, o Santos conquistou o campeonato paulista, mas pasmem, não me lembro de absolutamente nada, naquele ano eu ainda era uma criança e houveram muitas mudanças na vida pessoal, minha família mudou de residência, eu mudei de escola, perdi contato com algumas crianças e fiz amizades com outras, durante algum tempo o futebol ficou em sei lá qual plano da vida.

Só voltei acompanhar novamente nas semifinais do campeonato paulista de 1986, mas o Santos acabou sendo eliminado.

UMA ÉPOCA SOFRIDA…

O ano de 1987 foi o ano em que realmente passei acompanhar de forma mais contundente o Santos, foi neste ano que fui, levado pelo meu pai, pela primeira vez em um estádio e não foi num estádio qualquer, foi simplesmente o Urbano Caldeira, estádio do Santos Futebol Clube, a vila mais famosa do mundo, a nossa querida Vila Belmiro.

Neste ano o Santos fazia boa campanha no Paulistão, liderou a tabela durante praticamente todo o campeonato, fiquei empolgado, assistia tudo que passava do Santos, lia tudo e registrava em folha de papel almaço, eu sabia tudo na ponta língua, onde foi o jogo, quanto foi, quem fez os gols, em que minuto e tempo da partida.

Mas infelizmente fomos mais uma vez eliminados na semifinal, desta vez pelo SCCP, numa humilhante derrota por 5 x 1.

Detalhe, o centroavante do time do Parque São Jorge fez 4 dos 5 gols deles e senão bastasse o tal jogador era o Edmar, que acabou sendo o artilheiro do campeonato, naquele fatídico dia eu quis mudar o meu nome.

Mas a vida seguiu! Na escola, como todo garoto santista da época, eu era zuado pelos garotos torcedores de outros times e foi assim durante muito tempo.

Em 1995, após anos de fila, parecia que enfim o sofrimento iria acabar, comandado em campo pelo Messias Giovanni, o time do Santos resgatou o orgulho de ser santista, teve uma arrancada sensacional no Campeonato Brasileiro, com direito até a jogo épico, quem não se lembra de Santos 5 x 2 Fluminense no Pacaembu?

Mas na final contra o time da estrela solitária o glorioso Santos Futebol Clube foi “operado” pelo árbitro da partida, que não merece nem ter o nome citado aqui.

O Santos foi o CAMPEÃO MORAL, na prática ficou com o vice-campeonato e a fila continuou.

Vida que segue, em 1997 o Santos ganhou o Torneio Rio São Paulo, foi a primeira vez que gritei “É Campeão”, foi uma grande alegria!

Em 1998, novo título, desta vez ganhamos a Copa Conmebol.

Mas para imprensa marrom e para os “antis” estes não eram considerados títulos de expressão, na visão deles o Santos permanecia na fila e os torcedores santistas continuaram sendo zuados.

O sofrimento prosseguiu, estivemos perto de um título paulista em 2000, mais uma vez acabamos vice.

Em 2001, sofremos um duro golpe, na semifinal do campeonato paulista contra o SCCP, tomamos um gol no último segundo, feito pelo jogador Ricardinho. Foi cruel, doeu demais!

Tudo que relatei acima resumem uma época sofrida, mas importante para o fortalecimento do meu amor e de toda uma geração de torcedores pelo Santos Futebol Clube.

2002, O ANO DA LIBERTAÇÃO, O ANO DA ALEGRIA…

Em 2002, já com entre aspas “18 anos de fila”, assim como uma Fênix que ressurge das cinzas, o grande Santos Futebol Clube ressurgiu comandado pelo técnico Emerson Leão e por uma nova geração de meninos, destaque para Diego e Robinho.

Diego e Robinho - Santos FC - Blog DNA Santástico

Naquele ano o Santos Futebol Clube sagrou-se CAMPEÃO BRASILEIRO contra o SCCP, enfim  eu e uma geração inteira de meninos se livrou do estigma que nos acompanhou durante muito anos, deixamos de ser os meninos da fila e nos tornamos também, assim como nosso jogadores, os MENINOS DA VILA!

Santos CAMPEAO 2002 - Blog DNA Santastico

No dia 15/12/2002 conquistamos o título de 2002, eu estava lá no Morumbi, de lá para cá muita coisa aconteceu, fomos campeões mais algumas vezes,  porém, jamais esquecerei aquele dia 15/12/2002, foi um dia de libertação, de êxtase, de muita alegria, fico emocionado ao lembrar das defesas de Fábio Costa, da garra do Léo, das pedaladas do então menino Robinho, enfim do talento e da entrega de todo aquele time maravilhoso que colocou o Santos no topo do futebol brasileiro novamente e proporcionou um dos dias mais felizes da minha vida.

2002 - Robinho - Pedaladas - Blog DNA Santástico - Santos FC

Hoje é dia de relembrar, hoje é dia de celebrar, vamos voltar para 2002 e rever como tudo aconteceu :


Show, é sempre muito emocionante rever esta imagens!!!

FICHA TÉCNICA

Data: 15/12/2002
Competição: Campeonato Brasileiro — Finais — 2º jogo
Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo, SP.
Público: 74.586
Renda: R$ 1.152.809,00
Árbitro: Carlos Eugênio Simon (Fifa-RS)
Cartões amarelos: Fabinho, Fábio Luciano, Fabrício, Maurinho e Fábio Costa

Gols: Robinho, aos 37min do primeiro tempo; Deivid, aos 30min, Anderson, aos 39min, Elano, aos 43min, e Léo, aos 47min do segundo tempo.
Resultado: Santos 3 x 2 Corinthians

CORINTHIANS
Doni; Rogério, Fábio Luciano, Ânderson e Kléber; Fabinho (Fabrício), Vampeta e Renato; Deivid, Guilherme (Leandro) e Gil.
Técnico: Carlos Alberto Parreira

SANTOS
Fábio Costa; Maurinho, Alex, André Luís e Léo; Paulo Almeida, Renato, Elano e Diego (Robert/Michel); Robinho e William (Alexandre)
Técnico: Emerson Leão

—– // —–

2002 - Edmar Junior e Robinho - Blog DNA Santástico - Santos FC

Eternamente obrigado aos Meninos da Vila de 2002, jamais esquecerei!


E aí, gostou? Deixe seu comentário sobre este post no formulário abaixo!

Edmar Junior - Blog DNA Santastico

Edmar Junior

Compartilhe este post:

 


error: Conteúdo Protegido!